Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \02\UTC 2012

Tinha decidido não escrever. Até comprei uma revista para me distrair, mas não pude evitar sentar-me no mesmo lugar em que nos sentamos na sexta ao entrar no ônibus idêntico ao de hoje, senão o mesmo.

Foram quatro dias maravilhosos como os primeiros, mas desta vez foi mais espontâneo, menos planejado. Mais nosso. Sem um guia, uma fotógrafa ou amigos diversos por perto vigiando cada um dos nossos passos. Meu mundo foi, por quatro dias, só dele e o dele só meu literalmente. Quem dera nossos dias fossem sempre assim. Meus pensamentos, sorrisos, lágrimas, foram todos para ele e por ele.

Voltando pelo mesmo caminho pelo qual passamos na sexta-feira passada, lembro-me dos pontos da viagem em que nos abraçamos, nos beijamos, rimos e nos chateamos. Hoje o lugar ao meu lado foi o último a ser ocupado no ônibus. Será que estava esperando por ele?

Não quero falar com ninguém hoje além dele. A despedida desta vez foi ainda mais difícil. O meu coração e o nosso abraço ficavam mais apertados a cada curva que nos aproximava do aeroporto. Acredito que será cada vez pior, pois cada vez vemos mais e mais o quanto é maravilhoso estarmos juntos. O quanto nos faz bem e felizes.

É duro sair de um sonho, saber que ele foi real e ter que esperar por outra noite de sono bom para vivê-lo novamente. Voltamos então às nossas realidades chatas e insossas, aquelas das quais temos motivos de verdade para reclamar.

E então, quando estivermos perto de não suportar mais, chegará a hora em que será possível ficarmos juntos por dias, semanas, meses, anos e décadas. Fazendo um ao outro as pessoas mais felizes do mundo por estarmos no ciclo vicioso de se sentir feliz com a felicidade do outro.

null

Anúncios

Read Full Post »

01h27…

…da manhã e eu aqui sem sono e entediada.

Quem dera se estivesses agora dormindo ao meu lado. Te acordaria para conversar, te provocar,  te deixar com vontade só pra  te oferecer um pedaço do meu… bolo de chocolate depois. Eu acho que você não aceitaria… te chamaria então pra jogar qualquer joguinho besta por aí ou pra contar histórias improvisadas com os personagens que me fazem rir. Ou preferes aqueles dos meus filmes preferidos? Eu prefiro você e eu. Vamos imaginar nossa própria felicidade para torná-la real depois.

Que tal olharmos as estrelas? Podemos nos agasalhar e se enrolar um ao outro, deitados na rede que fica naquele cômodo que eu chamo de terraço.

Mas assim em teus braços meu soninho viria logo, não aguentaria até às 3h30 como gostaria.

Já que está frio, canta pra mim?

Foi só escrever e imaginar, que Morpheus apareceu com seu saquinho de areia. Na embalagem estava escrito: “Para dormir profundamente”. Mas quem disse que desejo dormir profundamente? Quero dormir de forma semiconsciente para te sentir ao meu lado a noite inteira.

01h59

Read Full Post »

Você é minha única exceção. É aquele que eu resolvi deixar entrar em minha vida quando já tinha decidido fechar as portas do meu coração para evitar sofrimentos. E veja só… você só me traz alegrias. Que felicidade ter aberto uma exceção pra você. Além de só me trazer alegrias, você me mostrou que eu não devo, nem posso e, principalmente, não preciso fechar meu coração para novas amizades, porque você estará sempre ao meu lado pra me mostrar o caminho certo, pra me confortar quando eu, na minha teimosia, seguir pelo caminho errado.

Você é único! E é o único com quem eu desejo viver. Para sempre em teus braços. Casa comigo, Wilder? O que eu sinto é que não há sentido estar com mais nenhum outro, não preciso do amor de nenhum outro garoto, apenas do seu. Preciso apenas do seu carinho, dos seus sorrisos, do seu amor, de sua presença, de sua vida na minha. Me abraça e me mostra que serás sempre meu Wildin, meu florzinho que eu tanto amo e que se faz amável. Me mostra que não vai mudar, que serás meu enquanto eu for tua.

Eu Te Amo, Wilder! Sempre te direi isso, mesmo que você não me diga:

Fala logo que me ama, mulher! xD

Te amo, meu anjo!

Read Full Post »