Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \26\UTC 2013

Eu sei que vou chorar. A cada ausência tua eu vou chorar…

Dessa vez estávamos mais preparados para a despedida. Não foi fácil soltar aquele abraço, mas dessa vez houve risos entre as lágrimas, e isso ajudou muito a soltar o aperto aos poucos.

A dorzinha continua. Algumas lágrimas caem de tempos em tempos. E não venha me dizer “Com o tempo vai passar. O tempo cura tudo.” Nah, cura nada! Vai massagear o aperto do meu coração pra fazer doer um pouquinho menos. Mas só aquele abraço forte e aconchegante dele vai conseguir curar. Aquele abraço gostoso e relaxante como um banho com sabonete de eucalipto antes de dormir.

Acredito que minha calma, que dessa vez foi maior que nunca, o ajudou. Além disso, pra que pensar na despedida antes mesmo do dia dela chegar? Pra que chorar tanto em vez de arrancar sorrisos um do outro? Não pensamos muito nela dessa vez.

Dessa vez foi diferente. Foi como devia ser. Nós nos curtimos e nos divertimos como nunca! Sem pensar no amanhã, satisfazendo nossas vontades de olhos fechados pro resto do mundo. Fomos jovens, amigos, amantes, companheiros e cúmplices. E é assim que eu vou me esforçar pra ser na vida dele. 🙂

Eu te amo, Wilder! Estou triste com sua partida, mas, no fundo, estou tão feliz! Nunca te senti tão meu. Nunca me senti tão livre quanto nesses recentes oito dias de nossa vida juntos.

Obrigada por me fazer feliz e por me deixar te fazer feliz também! *-*

Image

…Mas cada volta tua há de apagar o que esta tua ausência me causou.

Image

And when I can, I’m gonna make you come with me

to fly away from here, because here comes the sun and we’ll be chasing all the cloudsaway!

Músicas citadas (com adaptações): Eu sei que vou te amar (Tom Jobim), Blind man (Aerosmith) e Fly away from here (Aerosmith).

Read Full Post »

Hoje…

…Eu só quero agradecer. Agradecer pela mensagem que recebi há 2 anos, às 0h04. Agradecer pela coragem que tive há 2 anos e alguns dias. Agradecer a Deus pelo amor que floresceu há 2 anos e… quem sabe quantos meses? Nem mesmo nós. Agradecê-Lo por ter escolhido para mim os mesmos caminhos onde alguém capaz de mudar até mesmo o modo como eu sorrio estava.

Wilder, obrigada pelos 731 dias de gargalhadas, lágrimas enxugadas, amizade, amor, carinho, ombro amigo, felicidade, aprendizado, porto seguro, músicas cantadas juntos, bobeira companheirismo e tantos outros momentos em que você esteve comigo.

Amo você!

Feliz Dia 1º de Janeiro!

Read Full Post »