Feeds:
Posts
Comentários

Archive for fevereiro \09\UTC 2013

Ao meu amor

“Te amei a primeira vista, de um jeito diferente do amor de hoje, mas amei o modo como me divertia.

Também te amei a segunda vista, como um irmão, lembra? Amava o jeitinho que você cuidava de mim.

Finalmente te amei a terceira vista, mas o amor de hoje não é o mesmo amor de mais de um ano atrás, ele é muito maior do que antes. Assim, só posso concluir que te amei a primeira vista, a segunda vista, a terceira vista e sempre te amarei a todas e a cada uma das vistas. ♥
Amo você!”
P.S. Escito por mim e encontrado hoje nos rascunhos do meu email. Já te mandei alguma vez?
Se sim, não importa. =) Ainda é verdade. ♥

Read Full Post »

Uma vez assisti a um documentário que mostrava depoimentos de pessoas que sobreviveram à bomba de Hiroshima. Algumas delas estavam em prédios que, após a explosão, foram atingidos por uma onda de vento tão forte que os vidros das janelas foram quebrados. Os cacos foram lançados sobre os sobreviventes, penetrando em suas carnes. Segundo as vítimas, anos depois do ocorrido, resíduos de cacos ainda eram eventualmente expelidos pelo organismo.

Eu acho que, quando você foi embora, meu chorinho ficou preso dentro de mim. Quando fico sozinha, quietinha aqui, mesmo dias depois, meus olhos expelem frações dele. Eu queria conseguir chorar tudo de uma vez, mas não consigo. Queria sentir toda aquela dor desesperadora de uma só vez agora. Colocar todo o choro pra fora e, apesar da saudade esmagadora, quem sabe me sentir um pouquinho melhor depois. Pelo menos um pouquinho melhor que agora.

Você me fez viver novas experiências tão doces, tão nossas, e minha felicidade por isso é tão grande. É tão feliz te conhecer assim aos  pouquinhos e descobrir novas coisas preferidas a fazer contigo.

Só posso concluir que essa felicidade que você me trouxe, essa felicidade com gostinho de chocolate branco com cookies, tem lutado bravamente com essa minha tristeza e tentado fazer com que meus dias sem você sejam um pouquinho melhores. Às vezes ela perde e não consegue conter minhas lágrimas. Mas às vezes ela ganha, quando vou dormir e não mais imagino nossos melhores momentos, mas sim lembro deles.

P.S. Eu te amo, Wilder. ♥

Read Full Post »